no Uruguai – dia 1

Padrão

Como se come em Montevideo! Quem conhece sabe o que estou falando. Assim como Buenos Aires, visitar a capital uruguaia no inverno está implícito no roteiro muitas experiências gastronômicas.  É preciso ter um estômago enorme ou gastar muita energia durante as andanças entre um ponto turístico e outro para conseguir provar de tudo.  E óbvio que eu quis.  Saía do almoço já planejando onde seria o lanche da tarde e o jantar.


 Pois bem, fui para lá com meu marido no último feriado, de Corpus Christi, um ótimo período por sinal, pois o friozinho –  que chegou até 2 graus – combina bem com a culinária local que é pesadinha.

Para facilitar a leitura, resolvi  fazer um post para cada dia de comilança. Só para adiantar, quem adora estar conectado nos lugares e vive procurando uma rede sem fio (como eu), pode ficar tranquilo. Em Montevideo, quase todos restaurantes oferecem Wi-Fi gratuita. Ah e não se surpreenda com a cobrança do cobierto, uma taxa como se fosse couvert, mas que na verdade é o lugar que você senta. Acaba que o couvert, propriamente dito, não é cobrado. Então aproveite! : )

Dia 1
Claro que nossa primeira aventura foi o famoso churrasco ou parrilla (em espanhol).  O local escolhido foi o Mercado del Puerto, um pavilhão antigo e  charmoso que praticamente só tem restaurantes e todos com as grelhas bem aparentes repletas de carnes, linguiças, queijos, pimentões etc. Prepare-se para sair com cheiro da fumaça até no pensamento.

Mercado del Puerto

Chegamos por volta das 14h e o mercado estava cheio de outros brasileiros. Antes de sentarmos para comer, demos uma volta e provamos o Medio Y Medio, bebida típica que mistura vinho e espumante. Experimentamos, de graça, o do  restaurante Roldós que foi o inventor e vende a garrafa com o drink pronto. Confesso que não gostei muito. Tem gosto daqueles espumantes de maça, sabe? Em seguida, passamos em uma lojinha para turistas para comprar o tradicional doce de leite local da marca Lapataia.

Já com fome, decidimos nos sentar no balcão do  El Palenque, pois tínhamos recebido indicação de ser uma boa opção. Provamos o presunto cru fatiado na hora  com o acompanhamento de pão na chapa (330 pesos a porção), depois  o chorizo e o pimentão grelhado (90 pesos cada), o queijo quente com orégano (que delícia isso!) e por fim uma bela picanha com batatas (44 pesos). Tudo isso acompanhado do vinho Castel Pujol, Reserva 2009, da vinícola Carrau. A uva era a Tannat, típica da região. Então se quiser provar um vinho local o ideal é optar por essa usa. Recomendo!

Presunto cru Ibérico acompanhado de pão na chapa

Churrasco uruguaio, linguiça com pimentão e queijo com orégano

Castel Pujol – Tannat da Bodega Carrau

Depois de algumas caminhadas pela Cidade Velha, a próxima parada foi o Café Facal. Tomamos um chocolate quente e uma porção de churros. Pena que eles era fininhos e não vieram recheados de doce de leite.

Churros fininhos

Para terminar a noite, fizemos a degustação de vinhos no hotel que estávamos, o My Suites – Boutique Hotel & Wine Bar, na região de Pocitos. Todo hóspede ganha e quem não está hospedado também pode fazer por U$ 15.  Saboreamos três opções de vinhos (Irurtia branco 2011; Varela Zarranz Cabertnet Sauvignon 2011 e Marichal Tannat reserva 2009) acompanhados de  dois azeites espanhois deliciosos, pães e patê de alcaparras, anchovas e otras cositas.

Degustação de azeites

Como já estávamos por lá, aproveitamos também para comer mais uns tapas (bruschetta com pasta de tomate e presunto cru e outro com queijo de cabra e cebolas roxas).

Bruschetta de presunto

Queijo de cabra e cebola roxa

O que gostei: Da carne macia, dos vinhos, a influência espanhola nas comidas e a quantidade de restaurantes

O que não gostei: Do cheiro de fumaça e gordura que ficou em todas as roupas que levei e do garçom com dente de ouro do El Palenque que parecia um bobo e não soube nos atender direito

El Palenque –  Pérez Castellano,  1579, logo na entrada do Mercado del Puerto – Montevideo // Reservas: (598) 2917 0190 (eu não fiz) ou reservas@elpalenque.com.uy //Preço: média de R$ 60 por pessoa (para se comer bem)

Cafe Facal – Av. 18 de Julio,  1249, Cidade Velha – Montevideo //Reservas: (598) 2908 7741 ou contacto@facal.com.uy // Horário de funcionamento: De 2ª a 5ª das 8h às 1h30; 6ª e sábado das 8h às 5h e domingo das 8h às 1h30 // Preço: R$ 11 por um chocolate quente com churros

Wine Bar My suites – Benito Blanco 674, esquina com 21 de Setiembre, Pocitos – Montevideo //Reservas:: (598) 27123434 ou info@mysuites.com.uy //Degustação de vinhos:  De 3ª a sábado das 20h  às 21h // A primeira para hóspedes é gratuita ou US$ 15 para repetir ou não hóspede

»

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s