Petiscos nordestinos

Padrão

Fazia tempo que estava com vontade de experimentar as delícias nordestinas do Mocotó. O premiado restaurante e cachaçaria foi um dos quatro únicos restaurantes brasileiros eleito, recentemente, entre os 101 melhores do mundo pela revista Newsweek – falarei sobre outros títulos no final do post. A ideia era ter um belo almoço de domingo com os amigos. Já sabia que o lugar era longe e lotado e que era preciso chegar cedo, mas sabe como são as coisas, nos atrasamos.

Chegamos por volta das 12h30 e fomos informados que a espera duraria no mínimo 2h30. Mesmo assim resolvemos ficar, pois tudo que estava no cardápio poderia ser pedido. Um detalhe que achei bem bacana é que haviam dois garçons para atender apenas quem estava na espera. Acredito que por esse motivo e também pelas delícias servidas, ficar na fila conversando foi um momento bem agradável e notei que todos ali se sentiam assim.

Fila

Longe de ser um restaurante cheio de frescuras como outros famosos, o Mocotó ficou conhecido justamente pela simplicidade aliada às comidinhas saborosas preparadas sob o comando do chef Rodrigo Oliveira. Apesar de sua localização no bairro Vila Medeiros, bem longe de points gastronômicos, o  local é super bem frequentado e me surpreendi com a decoração  moderna do segundo andar, onde tivemos o privilégio de nos sentar, quando chegou nossa vez. Acredito que essa parte do restaurante deva ter recebido uma reforma e/ou ter sido repaginada recentemente. Havia mesas de família, prateleiras expostas com utensílios de cozinhas, panelas de ferro e até um lugar reservado para a preparação de bebidas.

Segundo andar

Agora vamos à degustação dos petiscos, pois como ficamos muito tempo na fila, optamos por experimentar as entradinhas e quando chegamos na mesa já não tínhamos mais fome rs. Os pratos principais ficarão para uma próxima vez. Começamos pelo tradicional chips de mandioquinha, bem sequinho e gostoso. Comemos com uma caipirinha (cachaça) de três limões, ótima combinação e, claro que uma cerveja bem gelada.

A próxima etapa foi pedir os “Dadinhos de tapioca” acompanhados de molho agridoce levemente apimentado e em seguida a bruschetta de carne de sol (não tem no cardápio). O recheio era tanto que chegava a pesar. Deliciosa!

Dadinhos de tapioca e bruschetta de carne seca

Além das bruschettas há outras porções fora do cardápio que variam dependendo do dia da semana. Nos sábados e domingos servem também o melhor escondidinho que já comi. Ele é feito de carne de panela. Mmmmm só de lembrar me dá água na boca.

Escondidinho de carne de panela

Depois desses deliciosos petiscos chegou a vez da sobremesa. Provei o “Crème brûlée de doce de leite e umburama”, o gosto é muito semelhante ao tradicional e não era enjoativo,  mas achei grande para apenas uma pessoa. O ideal é dividir com alguém, assim você consegue experimentar outra como eu rs que também comi a “Cartola do Engenho”, um combinado de queijo manteiga, banana e farofa de açúcar com canela. Formidável.

Crème brûlée de doce de leite

Cartola de engenho

No final das contas você deve estar se perguntando, vale tanto a pena ir a um lugar longe e praticamente almoçar na fila? A resposta é sim, vale bastante viu. Mas a dica é chegue pelo menos às 11h se for de sábado e domingo ou faça como eu: vá sem pressa de voltar e aproveite.

Prêmios recebidos:
101 Melhores Restaurantes do Mundo – Mocotó listado no ranking feito pela revista americana Newsweek
Melhor Cozinha Brasileira – Prazeres da Mesa 2012
– Chef do Ano – Prazeres da Mesa 2012
– Chef do Ano – Revista NutriNews – 6º Prêmio Destaque Food Service
– Melhor Bom e Barato – Folha de São Paulo – Tricampeão
Melhor Bom e Barato – Veja São Paulo – Tricampeão
– Melhor Cozinha Brasileira – Época São Paulo – Escolha do Leitor

O que mais gostei: Escondidinho de carne de panela e o excelente atendimento, inclusive do host

O que menos gostei: De não ter experimentado mais pratos

Mocotó– Av.  Nossa Senhora do Loreto, 1100, Vila Medeiros, São Paulo, Brasil // Horário de funcionamento:  Segunda à sábado das 12 às 23h; Domingos e feriados das 12 às 17h //Contato: 11 2951 3056 // Tem vallet na porta // Preço médio gasto por pessoa: R$ 70

»

  1. Sempre dou uma passadinha por aqui…assim que passar o furacãozinho em que estou este mês, marco algum almocinho com vc e o gustavo!!! gostei do blog. bjo

  2. Pingback: Comidas já comidas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s