no Roberta Sudbrack

Padrão

Quando decidi que iria passar o feriado no Rio de Janeiro, a primeira coisa que pensei foi em fazer a reserva para comer no restaurante Roberta Sudbrack, um dos 100 melhores restaurantes do mundo (71°), de acordo com a revista Restaurant e pude comprovar que realmente é.


Não que eu goste de modismos, gosto mais de descobrir lugares novos, mas faz bem experimentar também o que faz sucesso, não é? A chef Roberta ficou mais conhecida depois de passar sete anos como responsável pela cozinha do Palácio da Alvorada, no governo Fernando Henrique Cardoso. O restaurante que leva o nome da chef foi aberto em 2005 e já acumula vários prêmios.

Foi lá que comi uma das melhores sobremesas, aquela que faz explosões de sabor e depois de experimentar você olha para a pessoa ao lado e diz: “mmmm” com aquele rosto de “nossa, como isso é realmente bom”.

Fiz a reserva com um pouco mais de um mês de antecedência e tive que confirmá- lá no dia também. Localizado no Jardim Botânico quase na esquina com a Rua Satunino de Brito (lembram do endereço da Xuxa? rs), a casa é pequena (para cerca de 60 pessoas), com decoração discreta e fina. Sentei no andar superior em uma das mesas estilo família (isso significa que pessoas desconhecidas poderiam sentar a minha frente, mas isso não aconteceu) com um vaso de orquídea e dali era possível ver a cozinha, já que a separação era apenas por um vidro.

Roberta Sudbrack

Apesar da fama, não achei que  fosse tão caro rs. Há opções apenas de menu degustação com três (menu bistronômico por R$ 160), cinco ou nove pratos, sendo que os dois últimos acompanham queijo. Quem quiser provar comida de qualidade sem gastar muito, pode escolher a “Terça Básica”, um combinado de dois pratos (salada + principal) por R$ 65. Como o nome do prato diz, ele só está disponível às terças-feiras. Nesse menu mais básico, é possível pedir para adicionar uma sobremesa por mais R$ 28. Na carta de vinhos, os mais acessíveis ficam na faixa dos R$ 120.

O cardápio é sempre renovado e a chef oferece o que tem de melhor em sua cozinha no dia, como ingredientes especiais que ela encontra em viagens. Uma coisa bacana dos restaurantes de chefs mais renomados é que eles adoram oferecer mimos para os clientes. Assim como no D.O.M, são oferecidas porções extras fora do menu principal. No da Roberta, além do pão caseiro e manteiga já dispostos na mesa, serviram uma charmosa marmitinha com Madiopã, feito em uma pequena vila em Minas Gerais, e uma porção de mini pães de queijo gruyere quentinhos.

Madiopã e pão de queijo gruyere

Mas vamos ao cardápio de fato. Era uma terça-feira, dia do menu econômico e o prato do dia era Arroz com pato, um clássico do Palácio da Alvorada. Não tinha como não experimentá-lo. Então, como estava em duas pessoas, resolvemos pedir esse com sobremesa adicional e um menu de três pratos. Foi a medida certa!!! Para acompanhar, bebemos um Bordeaux – Château La Gatte 2008 muito bom.

Para começar…salada (folhas, tomate, rabanete, pepino, ovos, atum e pasta de azeitonas) para o Terça Básica e cebola doce assada, bouillon de jamón e linguicinha para o menu de três pratos. A cebola desmancha e a calda que acompanha é bem saborosa.

Saladinha

Cebola doce assada, bouillon de jamón e linguicinha

O famoso Arroz com pato estava gostoso, mas nada especial com exceção das linguicinhas apimentadas no meio. Em minha opinião, ficou bem parecido com uma galinhada feita apenas com peito de frango. Já a costelinha de porco assada em “baixa temperatura caseira” acompanhada de canjiquinha valeu muito a pena. Macia, sem gordura e bem temperada.

Arroz com pato do Palácio da Alvorada

Costelinha de porco assada em “baixa temperatura caseira”

Para finalizar, degustamos uma torta de pera com calda toffee (que foi um pedido à parte) incrível, digna de aplausos e o canelone de maça e farinha de pistache que apesar de bem pequeno estava bem saboroso também.

Torta de pera com calda toffee

Canelone de maça e farinha de pistache

E quando eu achei que estivesse chegado ao fim, recebemos mais um mimo.

Petit fours

Tem como não amar comer bem?

O que mais gostei: Da sobremesa de tortinha de pera com calda Toffee e do atendimento impecável

O que menos gostei: Do preço rs

Roberta Sudbrack – Av. Lineu de Paula Machado, 916, Jardim Botânico, Rio de Janeiro, Brasil // Contato: 21 3874-0139 (ideal fazer reserva) // Funcionamento: Almoço apenas 6a das 12h às 14h30; Jantar:  3a a 5a das 19h30 às 22h30; 6a e sábado das 20h30 às 23h – fecha 2a e domingo //Preço médio: R$ 200 (aceita apenas cartão Mastercard)// Para casal e amigos

»

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s