na calçada de um francês em SP

Padrão

Todo sábado tenho a mesma dúvida: onde almoçar? A preguiça para pensar é tanta que sempre enrolamos e acabamos comendo em algum lugar quase no final da tarde. Desta vez, havia decidido no dia anterior que gostaria de conhecer o Le Vin, um bistrô simpático que chama a atenção de quem passa em frente por suas toalhas xadrez azul e branco, tipo piquenique, uma graça. São três unidades em São Paulo, mas a que me atraiu foi a do Jardins, onde a rede começou.

LeVin_Comidasjacomidas

Em um charmoso sobrado, o restaurante possui mesas na parte interna, na calçada e tem a opção de sentar até em uma pequena varanda no segundo piso. Sentamos nas mesas da calçada. Era um dia de sol, mas fazia um leve frio, clima perfeito para saborear uma comida francesa sentindo uma brisa mantendo as pernas quentinhas com uma manta oferecida pelo local.

Como estava faminta, deixei o couvert para uma próxima visita e fui direto ao  Boeuf Bourguignon. Na hora H, deixei o tradicional prato francês para meu marido e me arrisquei a experimentar uma carne bem macia ao molho de vinho acompanhado de penne gratinado, o melhor macarrão com queijo fundido que já provei na vida (os italianos que me perdoem, mas estava divino. Me dá água na boca só de lembrar).

Carne ao vinho + penne gratinado

Carne ao vinho

Penne gratinado

Penne gratinado

Já o Bouef também estava gostoso e bem preparado, mas achei a porção pequena. Faltou um carboidrato para acompanhar.

Boeuf Bourguignon

Boeuf Bourguignon

Para sobremesa, o pedido não poderia ter sido melhor. Resisti à tentação de pedir um Creme Brûlée e escolhi o Pain Perdu, rabanada de brioche com sorvete de baunilha (marca  Sottozero, informada pela garçonete).  Esse prato poderia, sem dúvidas, entrar para aquela lista do que não se pode deixar de comer antes de morrer. Apesar de parecer doce, é suave, gelado, quente, molhado mmmmm. Que combinação!

Pain Perdu

Pain Perdu

Quem quiser conferir outras comidas servidas no Le Vin, pode dar uma olhada no cardápio online.

Uma dica é passar depois na Patisserie do Le Vin que fica do outro lado da rua. Lá também são vendidos pães diferentes, macarrons (o melhor é o de pistache), além de geleias caseiras e outras guloseimas.

O que mais gostei: Penna gratinado e rabanada de brioche

O que menos gostei: Da recepcionista atenciosa que não tirava o olho da minha mesa. Me senti observada o tempo inteiro

Le Vin – Alameda Tietê, 184, Jardins, São Paulo, Brasil //Contato e reservas: 3081-3924. Funcionamento: 2a a 5a das 12h às 0h | 6a e sábado das 12h à 1h e aos domingos das 12h às 23h // Para ir com família, namorado, marido, filhos etc

Outras unidades: Itaim – Rua Pais de Araújo 137 – (11) 3168-3037 e Vilaboim – Rua Armando Penteado 25 – (11) 3668-7400, além de Rio de Janeiro e Brasília

Anúncios

»

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s